Mostrando postagens com marcador Reconstruindo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Reconstruindo. Mostrar todas as postagens

Eliminar peso gradualmente sem desespero

terça-feira, 24 de maio de 2016


10 dicas simples para emagrecer sem fazer dieta
Garrafa de água
Experimentar as dezenas de dietas da moda pode ser difícil de aplicar no dia-a-dia e de seguir fielmente. Para quem conseguir e verificar resultados quase imediatos, a verdade é que quando terminar a dieta, o peso que perdeu vai invariavelmente voltar. Então qual a resposta à pergunta “como emagrecer sem fazer dieta”? Adotar hábitos simples e práticos, que se tornam numa forma de vida saudável e com o peso sempre controlado. 
  1. Porções perfeitas.Aprender a controlar a quantidade de alimentos que ingere passa por consumir, de forma sensata, porções de comida que vão de encontro às suas necessidades alimentares – nem de mais, nem de menos. Será que precisa realmente de repetir a dose ao almoço? Será que tem mesmo de comer qualquer coisa antes de se deitar? Por vezes confundimos fome com vontade de comer, saiba distingui-las para manter o peso sob controlo. 
  2. Beba água.A água é uma das bebidas que deve beber se quer emagrecer ou manter o peso perdido, ou seja, é um excelente substituto para qualquer outra bebida, principalmente aquelas que engordam. Para além de assegurar os nossos níveis de hidratação, o consumo de água é saciante, o que nos deixa com menos fome.
  3. Top 3 alimentos.No que toca a alimentos que combatem a gordura, deve apostar nesta trilogia que, para além de ser pouco calórica, tem uma enorme variedade de opções saborosas e saudáveis para oferecer: fruta, legumes e cereais integrais.
  4. Várias vezes ao dia.Uma das melhores formas de emagrecer e de manter o peso sob controlo é fazer várias e pequenas refeições ao longo do dia, em vez de três refeições pesadas. Os lanches são uma excelente maneira de saciar o apetite, manter os níveis de energia elevados e evitar os “ataques de fome” na hora das refeições principais. Também aqui é necessário escolher inteligentemente os snacks – procure alternativas saborosas e pouco calóricas.
  5. Informação nutricional.Aprenda a ler a informação nutricional dos rótulos alimentares – aí encontrará tudo o que precisa para controlar o consumo de calorias, para regular as porções e tornar mais saudável a sua alimentação. Saber exatamente o que comemos é essencial para manter a boa forma.
  6. Alimentação inteligente.Todos nós sabemos bem o que é fazer uma alimentação saudável, mas nem sempre é fácil eliminar as nossas comidas e guloseimas preferidas do dia-a-dia. Como contornar esta situação sem o sentimento de privação total? Reduzindo as quantidades consumidas aos poucos – comece por cortar para metade, depois para um terço, depois para um quarto e assim sucessivamente até eliminar definitivamente os alimentos altamente calóricos, gordurosos e pobres em nutrientes.
  7. Fibra fabulosa.Inclua mais fibras no regime alimentar – este alimento maravilha é altamente saciante, ou seja, não nos deixa com a sensação de fome e mantém os níveis de açúcar equilibrados, o que evita o desejo por doces e a vontade de comer demais.
  8. Seja mais ativo.Perder peso eficazmente sem ter de recorrer a dietas rígidas passa, naturalmente, pela prática regular de algum tipo de exercício físico. Para além de todos os benefícios de saúde que o exercício físico traz, é a fórmula secreta para perder peso e mantê-lo longe. Comece pequeno, com uma caminhada diária de 15 minutos, por exemplo, e vá aumentando o seu tempo de ginástica aos poucos. Aprenda a manter o seu plano de fitness – é apenas uma questão de hábito, uma questão de saúde.
  9. Durma o suficiente.São já muitos os estudos que ligam a insuficiência de horas de sono com o aumento de peso e o cansaço com a vontade de comer excessivamente. Garanta as suas oito horas de sono diárias para manter os quilos a mais bem longe.
  10. Mantenha um diário alimentar.Ver, preto no branco, tudo aquilo que come diariamente é uma excelente forma de perceber onde é que está a cometer os seus maiores “pecados alimentares” e corrigi-los.

Que tipo de comedor você é

sábado, 12 de março de 2016



1) Comedor INSTINTIVO: é quando a pessoa come quando tem fome e que param de comer quando já estão saciados. Porém, várias influências colaboram para que aprendamos a ignorar os sinais de fome e saciedade. Alguns pais e familiares forçam a criança a comer mais do que deve ou precisa. Também aprendemos ao longo da vida a comer em resposta ao ambiente ou às emoções.

2) Comedor COMPULSIVO: é a pessoa que come além do seu limite. Ela nem sempre come pela fome e sim, por tristeza, ansiedade, estresse, alegria...Os comedores compulsivos tem preferência por alimentos açucarados ou gordurosos e não necessariamente por alimentos que irão nutrir o organismo. Geralmente a ingestão dos alimentos é rápido, automatizado e sem controle.

3) Comedor RESTRITIVO: aqui falamos de pessoas que mantém o peso as custas de muitas restrições. Regras ditadas pela própria pessoa ou por algum profissional de saúde podem guiar o indivíduo, que pode se sentir culpado ao sair da dieta. Outros tendem a fazer mais e mais atividades físicas afim de compensar o excesso de alimentos. Esta pessoa é o contrário do compulsivo, pois é extremamente controladora. Por isto, é comum em pessoas que fazem dietas alternarem compulsão e restrição.

É importante aprender a comer de forma instintiva, como as crianças costumam ser, sendo quase impossível faze-las comer quando não tem fome e acalmá-las quando estão com fome. Pergunte-se HOJE antes de devorar o pão, bolo, o fastfood, o brigadeiro: "Estou com fome?" Esta pergunta é mais importante do que contar calorias, gramas ou pontos. Escolher bem os alimentos e se exercitar de forma moderada é importante para o adequado funcionamento do organismo, para a manutenção da massa muscular e para o perfeito metabolismo, porém sem aprender a ouvir o corpo entramos em um ciclo vicioso que não favorece a saúde. Ame seu corpo, consuma alimentos que favoreçam seu funcionamento, saúde e beleza,



Fonte: magraemergente.com

Abaixo à GORDOFOBIA

domingo, 6 de março de 2016




Sim, eu sofro preconceito por estar fora dos padrões de magra, alta e loira,
sou barriguda, meus braços são gordinhos e tenho ombros largos.
E sim, sofro preconceito por ser gorda, e olha que não sou GG, sou g!
A raiva que me dá quando alguém vem me dizer que preciso perder peso, por causa da minha "saúde", e eu sei que é só um disfarce para dizer> "minha filha, toma vergonha, e emagrece, feia"
Até de pirralhas, eu já sofri preconceito com as minhas gostosuras extras...
Mas não me abalo.
posso ficar com raiva e tudo, mas sei que estou fazendo o meu melhor, estou abrindo mão de muita coisa, para fazer dieta e praticar exercício!
Estou vencendo a preguiça e o desânimo!
Estou vencendo amim mesma!
Estou vencendo os feios que infelizmente tem que nascer de novo, eu pelo menos sou linda e estou ficando mais linda hahahahaha!!!

Ossos largos engordam - só que não

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Eu jáme "inspirei nesta desculpa, para que as pessoas me perdoassem, por estar acima do peso!
Eu realmente acreditava que por já ter ouvido que era "ossuda" (hein...) eu poderia culpara genética por esar acima do peso!
Mas #sqn né... 
esse anoeu já deixei de tirar fotos várias vezes, or estar muito gorda e inchada...
Já desisti de reencontrar pessoas, com medo do que elas vão dizer sobre o meu excesso de peso,
e do aniversário do meu sobrinho...
nada de autopiedade
Vamos mudar isso!


Nutricionista mais que especial

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Hoje eu voltei à minha nutricionista!
(Que agora não vai mais aceitar plano de saúde)Mês que vem eu penso nisso!
Foi complicado, ter que explicar tudo, e falar dos medicamentos que me fazem inchar como um balão inflável, porque parece que estou na clínica falando com meu médico, revivendo, remoendo, aff, que sufoco!!
Mas vamos aos fatos:
Uma hora de consulta, com uma médica que faz você se sentir única e intransferível, olha seus exames, faz perguntas (muuuuuuiiiiitas), quer saber de todos os horários, enfim, 
eu definiria como M A R A V I L H O S A !
Amo muito! 
Definimos metas, objetivos, tempo, e recebi muitas dicas.
A indicação foi perfeita - beijos pra minha amiga Pri, que me indicou esta raridade de médica!
Um diferencial é que vou uma vez por semana, para pesar e avaliar como vai a reeducação alimentar.
Adorei a idéia, porque realmente preciso de alguém me enchendo, me cobrando pra poder seguir em frente.
As páginas em branco estão nas minhas mãos - eu vou reescrever a minha história e ter orgulho da minha saúde e da minha imagem no espelho.


Zerar e recomeçar é melhor que desistir

segunda-feira, 1 de junho de 2015
Dia, 1 de Junho de 2015.

Recomeçando.
Por mim mesma. Por minha saúde, por meu presente, meu futuro.
Recomeçando.
Sem querer fazer nada para agradar a ninguém.
Mas pensando em mim.
Me reorganizando, me refazendo, me reconstruindo.
Querendo eliminar peso e não vida!
Olhando para onde estou e focando onde quero chegar.
Esse é o meu momento.
Essa é a minha vida, sem copiar ou imitar ninguém, sem querer ser um sucesso, mas um exemplo de que quando você quer, você pode!
Eu quero voltar aos meus 64.0 Kg.
Eu quero melhorar minha imagem corporal.
Eu quero ter mais saúde
Eu quero ter orgulho de vencer as tentações.
Eu quero ter uma auto estima melhor,
Eu quero fazer isso
E quero hoje!
Bj.Bj.

 

Por uma vida mais leve Copyright © 2013 Design by Cali Criativa